Diálogos Esquizoyoguicos: O que mais saber sobre Yoga

Baseado em 1 avaliações
  • 62 Alunos matriculados
  • 06 Horas de duração
  • 10 Aulas
  • 2 Módulos
  • 1 ano de suporte
  • Certificado de conclusão
Parcele em 6x R$ 34,55 (ou R$ 188,00 à vista) OU
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"Um prazer ouvir os diálogos / entrevistas. Muito interessante, todos os professores de yoga e/ou praticantes mais "ferverosos" deveriam assistir. Uma benção, ter-vos descoberto. Obrigada"
Inês
mais avaliações

Curso que envereda sobre novas matizes yoguicas, ou seja, os professores Miila Derzett e Roberto Simões se permitem a conversar sobre o diferente, o Outro, dentro da temática yoga em diálogos informais mas profundos. A partir desses diálogos as vídeo-aulas prometem aprofundar alguns temas abordados em uma dinâmica com marcos teóricos igualmente não convencionais como a esquizoanálise de Deleuze e Guatarri, filósofos monistas como Espinosa e Nietzsche, sempre em consonância as escrituras antigas (e recentes) do Yoga. Vale a pena a aventura.

1 ano Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 ano após a matrícula.

Professores de yoga e meditação cansados dos mesmos discursos, alunos interessados em pensar "fora da caixa" e estudiosos das temáticas yoga, terapias espirituais e práticas de contemplação.

Prof. Roberto Simões
"Mestre, Doutor e Pós-Doutor em Ciência da Religião pela PUC-SP. Investiga há mais de uma década o Yoga/Meditação e seu diálogo com a sociedade latino-americana."

           

Mestre, Doutor e Pós-Doutor em Ciência da Religião pela PUC-SP, possui a sua graduação em Ed.Física e especialização em Psicologia, Fisiologia e Yoga. Após alguns anos estudando e praticando ioga lançou um livro em co-autoria sobre os aspectos neurofisiológicos e espirituais que envolvem o ioga e a sua mais conhecida prática, a meditação.

Após alguns anos trabalhando como voluntário em grupo de estudos de psicobiologia da UNIFESP enveredou para as humanas e a filosofia, investigando por seis anos a religiosidade do ioga brasileiro. No seu mestrado pesquisou a íntima relação que o ioga contemporâneo vem estabelecendo com a ciência biomédica. Essa aproximação - ioga e biomedicina científica - transforma cada vez mais a prática espiritual ioguica mais como técnica terapêutica laica. O seu foco, no entanto, estava nas ressignificações que esse contato surtiu na doutrina do ioga contemporâneo e, em específico, no surgir das escrituras modernas.

doutorado veio na sequencia, a partir de um problema surgido ao final da sua dissertação. Se a doutrina moderna do ioga havia de ressignificado, qual o impacto disso na proposta antiga de libertação humana (kaivalya)? Desse modo, sai a campo investigando 10 iogues renomados no Brasil e mais 3 cientistas da área biomédica que investigam o ioga como técnica terapêutica.

Entretanto, o grande mote da tese foi evidenciar que o flerte do ioga com a ciência moderna tem reformado os seus preceitos espirituais, como dos klesas em estresse, samadhi em relaxamento-espiritualizado e kaivalya em homestase-eterna.

A repercussão dessa transformação em processo tem conduzido ao ioga contemporâneo desvincular-se do Hinduísmo e da mística Nova Era; como resultado, os iogues mais tradicionalistas reclamam um "retorno à tradição". Seu projeto em andamento (S)sendo Yoga Latino-Americano dá continuidade a essa investigação, agora se preparando para seu pós-doutoramento.

Seu foco de investigação está no ioga contemporâneo com a sociedade latino-americana e suas interface como uma nova espiritualidade autônoma em processo.

Mas o que ele gosta mesmo é estar com a sua família na ilha de Floripa ou viajando com ela, e dialogando com os seus alunos pelas cidades brasileiras e latino-americanas.


Nenhuma descrição cadastrada.

Conteúdo Programático

  • 1. Discussão do “Tirando o couro do Roberto”| Vídeo-Aula
  • 2. Discussão do "Beto Fala"| Vídeo-Aula
  • 3. Discussão do "Pueril e Profundo"| Vídeo-Aula
  • 4. Discussão do Entre Aspas e Tapas| Vídeo-Aula
  • 5. Discusão do Miila Fala| Vídeo-Aula
Voltar ao topo